.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

Atendimento ao público: De segunda à sexta das 12h às 18h.

Obras - Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2019

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

ALERTA SOBRE ESCORPIÕES

ALERTA SOBRE ESCORPIÕES


ALERTA SOBRE ESCORPIÕES

        A Secretaria Municipal de Saúde e Ação Social, através da Divisão de Vigilância em Saúde/Vigilância Ambiental, alerta a população para o procedimento em casos de aparecimento de escorpiões, comuns nesta época do ano. Na natureza existem várias espécies de escorpiões. Eles se escondem durante o dia e saem durante a noite para se alimentarem. Os escorpiões de importância médica no Brasil pertencem ao gênero Tityus, com quatro espécies principais:   T. serrulatus (escorpião-amarelo); é o mais comum e o que mais nos preocupa. Quando se fala em escorpião no Brasil, lembra-se logo dele, devido ao fato de causar os acidentes mais graves e da sua ocorrência se concentrar na Região Sudeste. T. bahiensis (escorpião-marrom) com ocorrência também no Sudeste; T. stigmurus (escorpião-amarelo do Nordeste); e T. obscurus (escorpião-preto da Amazônia).   ATENÇÃO: O que fazer em caso de acidente com escorpião:   Limpar o local com água e sabão; Aplicar compressa morna no local; Procurar o Pronto Atendimento Municipal o mais rápido possível; Se for possível, capturar o animal e levá-lo ao serviço de saúde;   O que não fazer em caso de acidente com escorpião:   Não amarrar ou fazer torniquete; Não aplicar qualquer tipo de substância sobre o local da picada (fezes, álcool, querosene, fumo, ervas, urina), nem fazer curativos que fechem o local, pois isso pode favorecer a ocorrência de infecções; Não cortar, perfurar ou queimar o local da picada; Não dar bebidas alcoólicas ao acidentado, ou outros líquidos como álcool, gasolina ou querosene, pois não têm efeito contra o veneno e podem agravar o quadro.   Na maioria dos casos, onde há somente quadro local, o tratamento é sintomático e consiste no alívio da dor por infiltração de anestésico. A necessidade de soro e a quantidade de ampolas do medicamento, será avaliada pelo profissional médico após classificar o acidente como: Leve, Moderado, Grave.   CRENÇAS E PERGUNTAS FREQUENTES:   O escorpião ataca?   Não, apenas se defende quando é molestado, ou seja, quando alguém coloca a mão ou encosta-se nele intencionalmente ou sem perceber.   O escorpião se suicida?   Não. Quando em situação de perigo a cauda faz movimentos que parece inocular a peçonha em si mesmo.   Se eu encontrar um escorpião na minha casa significa que encontrarei outros?   Provavelmente, sim, quando há locais de fácil acesso a comida e ao abrigo. Mas em geral, são solitários.   Os escorpiões formam ninhos?   Não formam ninhos. Os escorpiões se deslocam, sem necessariamente retornar ao mesmo local.   O escorpião sobe no vidro?   Não, os escorpiões não sobem em superfícies totalmente lisas.   O controle químico funciona?   Não. Os escorpiões possuem a capacidade de permanecer por um período sem se movimentar, sem se alimentar e sem respirar, o que impede a ação do veneno. Os inseticidas aumentam os riscos de acidentes devido ao fato de proporcionarem o desalojamento do animal. Vale ressaltar, que mesmo os inseticidas que causem menor irritação não devem ser usados no domicílio. Isto porque não há evidencias de que tais produtos sejam eficazes para o controle de escorpiões no ambiente urbano. Importante fazer o controle de baratas nos domicílios, pois elas são alimento para os escorpiões.   Os escorpiões podem ser encontrados em ambientes habitados pelo homem, principalmente, próximos a córregos, cemitérios e construções. Eles se escondem próximos às residências, entulhos, embaixo de pedras, mato, lixo, tijolos, telhas etc.   Dentro das casas, a atenção, em especial, deve ser na saída de esgoto, ralos e caixa de gordura, pois os escorpiões procuram locais escuros e se alimentam principalmente de baratas. Por isso, a importância de se combater o aparecimento desses insetos, que se tornam atrativos...       CENÁRIO EPIDEMIOLÓGICO Em Andradas nos últimos anos houve um aumento de notificações de acidentes por escorpiões, neste ano, de janeiro a novembro 2019, houveram 18 acidentes notificados por escorpião. Segundo a classificação todos foram leves e não houve necessidade de uso de soro antiescorpiônico.           ORIENTAÇÕES PARA EVITAR ACIDENTES   Considerando que o contato com os escorpiões pode ser aumentado por conta das condições ambientais e das moradias humanas, seguem abaixo algumas orientações para evitar acidentes.     Evite acidentes:   Verifique cuidadosamente calçados, roupas, toalha e roupas de cama antes de usá-los; Limpe periodicamente ralos de banheiro, cozinha e caixas de gordura; Mantenha camas e berços afastados, no mínimo, 10 cm da parede; Evite que lençóis toquem no chão; Feche frestas nas paredes, móveis e rodapés para que não sirvam de esconderijo para os escorpiões; Use telas nas aberturas dos ralos, pias e tanques; O acidente ocorre, geralmente, quando a pessoa encosta a mão ou pé no escorpião.   Evite a presença dos escorpiões.   Não deixe acumular lixo e entulho nos quintais, jardins, terrenos baldios e ao redor das residências. Evite a formação de ambientes favoráveis ao aparecimento dos escorpiões como restos de obras, materiais de construção e terraplanagem, que possam deixar acúmulo de entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc.; Coloque o lixo em sacos plásticos fechados para evitar baratas e outros insetos; Mude, periodicamente, de lugar materiais de construção que estejam armazenados e lembre-se de proteger as mãos com luvas grossas na realização do trabalho; Retire de paredes e muros plantas ornamentais densas, arbustos e trepadeiras; Elimine fontes de alimento para os escorpiões (baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados). Limpe terrenos baldios das redondezas dos imóveis ocupados; Evite a prática de queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões, entre outros animais; Preserve os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos (corujas, João bobo etc.), lagartos, sapos, etc. Mantenha jardins e gramados aparados e bem cuidados.     A Vigilância Ambiental recebeu neste ano de 2019, de julho a novembro, a solicitação de 30 visitas de inspeção e orientação. Qualquer dúvida ou no caso de encontrar algum escorpião na residência, avisar a Vigilância Ambiental, para que um técnico faça a vistoria de inspeção e dê as orientações necessárias. O Horário de atendimento é das 12:00 às 18:00 hs através do telefone:  3731 4362, ou a pessoa pode também procurar o setor, localizado na Avenida Dr. Bias Fortes, 418. Centro - 37.795-000 - Andradas/MG, no mesmo horário.         Aparecida de Fátima Silva de Carvalho Gerente da Vigilância em Saúde                                

280 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Prefeitura de Andradas - MG.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.